terça-feira, 13 agosto 2019 / Publicado por Notícias

Prefeitos, servidores das secretarias municipais de finanças e representantes do Tribunal de Contas de Minas Gerais participaram, nesta quinta-feira, dia 8, no auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), de encontro técnico promovido pelo TCEMG. Durante todo o dia foram ministradas palestras sobre o controle interno nos municípios, como forma de prevenção de irregularidades e para melhorar a arrecadação, além do fortalecimento das receitas e o aprimoramento da gestão municipal.

De acordo com o diretor-geral do Tribunal de Contas de Minas Gerais, Marcone Braga, foram identificadas 543 obras da área educacional, paralisadas, com orçamento de mais de R$ 1 bilhão, causando prejuízos aos cofres públicos. O diretor afirma ser inevitável o ajuste de contas do Estado com a União, nos moldes do que ocorreram no Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.

No evento, o prefeito de Padre Carvalho, José Nilson Bispo de Sá, representou a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) e o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), 1º vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e prefeito de Moema, Julvan Lacerda.

O presidente da AMAMS, Marcelo Félix, prefeito de Januária, observou que esse tipo de encontro é importante para os municípios do Norte de Minas, pois diminui o distanciamento do TCE com as prefeituras, e orienta os gestores, reduzindo os riscos de erros.

Com informações e fotos da AMAMS e da prefeitura de Padre Carvalho.

terça-feira, 13 agosto 2019 / Publicado por Notícias

Na tarde desta segunda (12), prefeitos da diretoria da AMM participaram do Painel “Ponto de Expressão”, durante o II Seminário de Controle Interno, no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG). O evento acontece de 12 a 14 de agosto de 2019 e tem como tema: “A atuação do Controle Interno contribuindo para uma gestão pública eficiente”.

O seminário faz parte do Projeto Sob Controle, que tem o objetivo de fomentar ações que promovam maior interação entre o controle externo e o controle interno, colaborando para o aprimoramento das atividades das controladorias internas, a melhoria da qualidade da gestão pública e o atendimento aos anseios da sociedade por uma gestão eficiente e eficaz dos recursos públicos.

O painel contou com a presença do prefeito de Ouro Branco, Hélio Campos; do prefeito de Andradas e 1º Secretário da AMM, Rodrigo Aparecido Lopes; do prefeito de Curvelo e Diretor da Associação na Regional Central, Maurílio Guimarães; do Chefe de Gabinete do Conselheiro-Presidente do TCEMG, Mauri Torres, Carlos Alberto Pavan; do prefeito de Nova Lima e presidente da Amig e da Granbel, Vítor Penido; e do prefeito de Mar de Espanha e membro do Conselho Fiscal da AMM, Welington Marcos.

Participam do evento Chefes do Executivo e do Legislativo, Controladores Internos, servidores públicos e Jurisdicionados do TCEMG. O seminário será no Auditório Vivaldi Moreira, do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, na Avenida Raja Gabaglia, 1.305, Bairro Luxemburgo, em Belo Horizonte.

Confira a programação aqui.

terça-feira, 13 agosto 2019 / Publicado por Notícias

As prefeituras de todo o País devem ficar atentas ao prazo final de envio da Matriz de Saldos Contábeis (MSC) para a Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Esta nova ferramenta de fiscalização é destinada ao recebimento e acompanhamento das informações contábeis, financeiras e de estatísticas fiscais dos municípios, estados, do Distrito Federal e da União.

O envio destas informações deverá ocorrer até 30 dias após o término do mês de referência, com exceção dos meses de janeiro a junho deste ano, que poderiam ser enviados até o dia 31 de julho, conforme Portaria nº 117, de 25 de fevereiro de 2019.

Os municípios que não enviarem a MSC dentro do prazo serão incluídos no Sistema Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (CAUC), ficando impedidos de receber Transferências Voluntárias e de fazer contratação de Operações de Crédito.

A Matriz de Saldos Contábeis é uma estrutura padronizada para o recebimento de informações contábeis e fiscais dos entes da Federação para fins de consolidação das contas nacionais, da geração de estatísticas fiscais em conformidade com acordos internacionais firmados pelo Brasil, além da elaboração das declarações do setor público (Demonstrações Contábeis e Demonstrativos Fiscais). Em 2018, a exigência valeu apenas para a União, os estados e o Distrito Federal. Porém, desde janeiro de 2019, todos os municípios brasileiros são obrigados a enviar suas informações contábeis ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) por meio da MSC.

O usuário poderá efetuar o download do rascunho da declaração gerada com base na MSC em formato de planilha. Essa opção está disponível no menu “Consultas/Visualizar a Auditoria da MSC“, somente para os rascunhos gerados a partir do dia 17/7/2019. Essa nova opção é importante porque permite a edição dos rascunhos gerados pela MSC, sem a necessidade de se manter conectado ao sistema durante o processo. Além disso, essa planilha segue o mesmo modelo daquela utilizada para homologar as declarações (RREO, RGF e DCA) e poderá ser carregada no sistema após a edição.

Mais informações com o assessor do departamento de Convênios da AMM, Rubens Costa, pelo telefone (31) 3916-9193, e com a assessora do departamento Contábil da AMM, Analice Horta, pelo telefone (31) 2125-2417, e e-mail: analice@amm-mg.org.br.

TOP